TCC: primeiros passos para se dar bem

Compartilhe:

Faculdade chegando ao fim, você vê o diploma, a colação de grau, sua assinatura como engenheiro cada vez mais perto. Mas ainda tem um grande desafio, talvez o maior: o TCC. Só quem já fez sabe o trabalho que dá. Para que muitos passem esta fase com tranquilidade, preparei um roteiro com algumas dicas que podem ajudar a quem não sabe nem por onde começar. Vamos lá?

1 – Se não der para fazer sozinho, escolha uma boa parceria

Não existe mais aquilo de que um faz e o outro apresenta. Todo mundo tem que colocar a mão na massa. Se fizer o TCC com mais de uma pessoa, tenha a certeza de que ela irá se dedicar o quanto você se dedica. E tem mais, é preciso ter sintonia. No nosso caso, fizemos em dupla. Uma boa dupla. Quem sabe até seremos parceiros profissionais ou mesmo sócios um dia;

2 – Divida tarefas

Por mais que você entenda de algo e se dedique, é preciso reconhecer seus limites. Por isso, dividam as tarefas de acordo com as habilidades de cada um. Um exemplo: eu fiquei com levantamento de dados enquanto ele era encarregado de escrever. Esse tipo de divisão de responsabilidade ajuda demais;

3 – Busque algo original

A primeira dificuldade passa pela escolha do tema. Um ou dois alunos na classe já têm com clareza o que querem fazer, mas a maioria não. Eu fazia parte da maioria, queria fazer sobre fundação, matéria da qual gostava. Mas já tinha muita coisa a respeito, além do que outros da sala queriam o mesmo tema, assim era difícil encontrar algo para me destacar. No fim, encontramos o tema Woodframe (construção com madeira), o que se mostrou um acerto por conta de outra dica que conto a seguir…

4 – Procure algo com o que possa trabalhar no futuro

O TCC é um trabalho que exige muita dedicação, muito tempo, por isso não dá para se envolver tanto e depois aquele material rico se perder. Por isso, escolhemos nosso tema (Woodframe) levando em conta que é um mercado pouco explorado no Brasil e com grande potencial, é sustentável, relativamente econômico, uma alternativa que pode ajudar a solucionar o déficit habitacional no país. Certamente será um diferencial para minha futura atuação na profissão.

5 – Não tema os desafios

Se você viu uma oportunidade, sabe que aquele é o tema certo a fazer, não tema os desafios. Quando optamos pelo Woodframe, não tinha muita coisa na internet, os dados eram escassos, havia pouca literatura. Mas aí pensamos: alguém vai ter que fazer isso um dia. Aí encaramos o desafio, fomos no mercado, falamos com profissionais de Sorocaba e até de outros estados. Se a tecnologia existe, alguém deve saber.

6 – Trabalhe com o que está ao seu alcance

Claro que ao escolher o tema, sabíamos que era algo possível, pois era comum em países como os Estados Unidos. Se escolhesse algo mirabolante, de difícil realização, certamente teria sofrido mais para fazer. Tem que ter os pés no chão.

7 – Procure outros professores

Às vezes as pessoas se prendem ao professor orientador, apenas. Nós fomos atrás de outros professores de nosso e até de outros cursos, porque sabíamos de seu conhecimento e experiência. Um dos professores nos deu acesso a informações que poupou um tempo que talvez nós nem teríamos. Isso facilitou muito e nos deu uma visão mais ampla do projeto.

8 – A dedicação tem que ser total

Ao longo do TCC, fomos atrás de material, professores, profissionais, visitamos empresas, fizemos orçamentos detalhados. Nem mesmo nas férias, deixamos de nos dedicar. Mas não por se tratar de uma nota no fim do ano, apenas. Além do TCC, estou focando no meu futuro!

É isso aí, amigos. Estas foram dicas que podem encurtar seu caminho para um TCC bem feito, pois foram úteis para nós. Espero que tenha ajudado!

 

Compartilhe:

Conversas

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *