Girl Power Atômico!

Compartilhe:

Vamos ver ser conseguem adivinhar: ela é loira, rosto impecável, rica, alta, exuberante, garota propaganda da Casa Dior e, além de tudo isso, sabe dar uns socos e chutes em homens 3 vezes maiores do que ela. Já sabem quem é? Exatamente!!!

Mentjira! Ela pode ser a rainha má da Branca de Neve ou a bitch que separou Toretto da família em Velozes e Furiosos, mas jamais imaginei que pudesse ser uma mulher

Dona de toda a Africa do Sul e de Hollywood, Charlize Theron vem para arregaçar a cara de qualquer um que se meta em sua missão, o que na grande verdade não é muito clara ou entendida durante o filme. Mas, quem se importa com uma missão se o principal é vê-la D-E-S-T-R-U-I-N-D-O a fuça de muitos?

Ela bate, chuta, atira, derruba o forninho, põe a cara no sol, deita na BR…

Missão da loira: achar um agente duplo infiltrado na MI6 – mesma de tio Bond – que vem acabando com todos os planos de unificar uma Berlim ainda dividida por um muro.

Existe um plot twist que eu ainda estou procurando, mas o que importa mesmo é todo o conjunto – desde atuação, figurino, trilha sonora – que é um espetáculo, indo de David Bowie, visitando Queen e chegando em Marilyn Manson – e, principalmente, direção.

Tem um plano sequência mais para o final do filme que deve durar 15 minutos. SÃO 15 MOTHERF**** MINUTOS DE UMA DEUSA LUTANDO CONTRA 17438428374 HOMENS ARMADOS SEM CORTES! Não tive outra reação ao terminar a cena se não essa:

Não conseguia acreditar na perfeção de tal cena ao mesmo tempo que queria mais dela!

Sou suspeito para falar sobre qualquer filme de ação que traz uma mulher no papel principal com um poder e domínio gigante!

Girl Power passou ali e ficou! E ainda bem que ficou!

Vale e muito a pena ver. Mas, atenção, pessoas conservadoras: há cenas quentes entre a loira-super-poderosa e uma outra mulher.

E, como essa semana é uma semana cheia de estreias, o Dá ou não Dá para ver volta na quinta trazendo um lindo balão para os leitores!


Luccas Fukushima

Luccas Fukushima

Luccas é simples, engajado, honesto, sincero. Ele ama o que é bom sem deixar de apreciar o que é ruim e espera que aqueles que o leem façam desta uma verdadeira recíproca.
Luccas Fukushima
Compartilhe:

Conversas

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *