Fragmentado: Descubra quem você é

Compartilhe:

PARE O MUNDO QUE EU QUERO TER 23 PERSONALIDADES TAMBÉM!

Gente, pense em um filme BAPHO! Pois é… Ele estreou na semana passada, mas não posso deixar de comentá-lo.

O diretor M. Night Shyamalan já é conhecido por todos nós: foi ele quem nos trouxe os surpreendentes O Sexto Sentido (1999), Corpo Fechado (2000), Sinais (2002) e A Vila (2004). Sempre com filmes kinder ovo, reinou nos plots twist (reviravolta no filme) nos deixando de boca aberta.

Como todo bom ser humano, teve sua fase decadente com os filmes A Dama na Água (2006), Fim dos Tempos (2008), O Último Mestre do Ar (2010) e Depois da Terra (2013) que nos fizeram chorar de tão ruins que são!

Mas, fazendo a linha Lindsay Lohan e voltando de um período da reabilitação, trouxe o surpreendente, tenso e maravilhoso A Visita (2015) que me fez pular da cadeira e nunca mais visitar os meus avós!

Agora, em 2017, M. Night ShaSha (nome difícil, Sem Or!) traz aos cinemas o filme Fragmentado, que conta a história de Kevin e suas outras 23 personalidades. Tudo começa com Dennis (James McAvoy), uma das personalidades de Kevin (James McAvoy), sequestrando três meninas das quais a mais relevante para a história é Casey (Anya Taylor-Joy).

Abro um espaço para falar do trabalho de Anya no filme A Bruxa (2015), que me fez sair do cinema com medo de assistir de novo. Não porque o filme é aterrorizante mas o assunto que ele carrega me fez sentir curioso, o que não é muito bom. Se ainda não viu, VEJA!!!

Voltando para o louco do Kevin… Essas três meninas são sequestradas como sacrifício para a VIGÉSIMA QUARTA, sim, vigésima quarta PERSONALIDADE de Kevin, que é nada mais, nada menos do que A BESTA!

O filme não tem a famosa surpresinha de fim, mas não deixa de ser extremamente tenso e de abordar uma psicologia desconhecida por nós, meros mortais. É incrível como James McAvoy atua nesse filme! Cada expressão de seu rosto, forma de andar, falar, urinar e defecar é diferente e nos possibilita perceber qual identidade está sob foco!

Sendo assim, gatos e gatas, justifiquem vossa falsidade com esse transtorno! hahahaha

E caso não saibam como justificar cientificamente, CORRAM para o cinema e assistam Fragmentado, que é um filme que não só dá para ver mas como dá para criar uma personalidade que nunca assistiu ao filme cada vez que um amigo diferente te perguntar se já viu.

Luccas Fukushima

Luccas Fukushima

Luccas é simples, engajado, honesto, sincero. Ele ama o que é bom sem deixar de apreciar o que é ruim e espera que aqueles que o leem façam desta uma verdadeira recíproca.
Luccas Fukushima
Compartilhe:

Conversas

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *