Escolhi esperar – João Paulo Hergesel

Compartilhe:

“Escolhi esperar” é um poema selecionado com menção especial no Concurso de Poesias Adauto Borges, promovido pela Associação Batista de Ação Social.

Se me dizem “pare”, eu paro.
Se disparam “siga”, eu sigo.
Não consigo me livrar
desse livro de regras,
meu abrigo.

Se me dizem “ande”, eu ando.
Se comandam “sorria”, sorrio.
Se sou rio, se sou mar,
já não posso mergulhar
sozinho.

Se me dão um soco, vou amá-lo.
Se me fazem “shhh”, não falo.
É um galo que pulsa,
que me gera repulsa,
mas me calo.

Só queria
um dia
gritar…

Que escolhi esperar,
caminhar devagar,
divagando cada passo.
Que meu espaço está
em tempo particular,
só a mim importa o que faço.

Acompanhe-me
Compartilhe:

Conversas

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *